Publicado por em junho 24, 2011 1 Comentário

Segurança online, algumas coisas estão prestes a mudar!

Talvez você não esteja acompanhando, mais está ocorrendo uma guerra online entre governos e uma ideologia chamada anonymous que provavelmente definirá novas posições em relação aos crimes virtuais.

Quem não acompanhou o desenrolar do caso wikileaks talvez não saiba como esse grupo começou a chamar atenção. Nascido no fórum 4chan, o anonymous está associado a uma série de ataques a sites que eles considerem uma ameaça ao livre acesso da informação na internet. Após divulgar vídeos e documentos confidenciais principalmente do governo americano ao mundo, Julian assange, fundador do wikileaks, sofreu represaria de vários sites e serviços online, como Visa, payPal e amazon que prestavam suporte ao wikileaks. Nesse momento entra em ação o anonymous , que em defesa do wikileaks, começou a atacar e derrubar as empresas que estavam se posicionando contra Julian assange. Sites como Visa, masterCard e paypal sofreram ataques DDoS, que gera sobrecarga de acesso aos servidores e tira os serviços do ar.

Veja o vídeo que eles divulgaram na época dos ataques (Em inglês, mais bem fácil de entender)

Outro ataque ocorreu ao serviço de jogos online PSN,da fabricante de games sony, que teve seu sistema invadido e o roubo de informações associado ao grupo. Quando a Sony moveu ações judiciais contra o hacker George Hotz, que publicou uma forma de desbloquear o PS3, supostamente o Anomymous entrou em ação e obteve acesso a 77 milhões de contas dos clientes da sony, como nome, dados pessoais e número de cartão de crédito. O grupo afirma não ser responsável pela ação e pronunciou que o roubo de números de cartão de crédito não é uma prática que eles apoiam.

Recentemente a OTAN condenou algumas ações do grupo e condenou-os como uma ameaça aos governos e instituições por violarem informações confidenciais. O grupo respondeu com uma carta aberta justificando seus atos e sua ideologia.

A ultima grande virada dessas ações é o vinculo do Anonymous á outro grupo de hackers chamado LulzSec, que declarou guerra a todos os governos e bancos do mundo, prometendo ataques contínuos e informando que não há segurança suficiente online.

Durante essa semana sites do governo e presidência brasileira foram atacados em nome do LulzSec, assim como sites do meio ambiente e Petrobrás. A princípio o SEPRO(Serviço de Processamento de Dados) informou que não houve danos ao banco de dados dos sites atacados, apenas se resumindo e quedas momentâneas dos serviços. fonte (G1.com)

O final dessa historia provavelmente resultará em novas leis em relação a crimes virtuais, e claro, novas posturas quanto ao trafego de informações sigilosas online. Grupos como esse tem relevância principalmente pela sua força e também por alertarem falhas de segurança em grandes sistemas, nos resta esperar pela reposta de governos e empresas atacadas para saber quais rumos vão tomar em relação á segurança virtual.

Categorias:
Postagem escrita por Equipe Shape Web

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress spam blocked by CleanTalk.