Publicado por em março 30, 2011 Deixe um comentário

A Web está mesmo morrendo?

Por mais sensacionalista que seja o título acima, estamos sim passando por um momento de grande mudança nas formas de navegação. Quem levantou essa bola foi Chris Anderson, editor chefe da revista Wired. Em agosto do ano passado a capa da Wired estampava uma grande reportagem sobre a morte da internet. Porém vamos tentar entender o ponto de vista do Chris, agora que temos o facebook disseminado em terras brasileiras, e o próprio orkut como grande exemplo para a teoria.

Para Crhis são os usuários os principais responsáveis por matar a internet. Ao passar o maior tempo conectado em serviços e aplicativos estamos deixando de lado o potencial que a rede tem a oferecer. O que fica claro de se constatar, visto que a maioria dos usuários passa seu tempo online dentro de grandes ferramentas como twitter, facebook, e o ainda forte no brasil orkut.

Algumas empresas estão adotando essa nova onda de conexão e se instalando não mais em um tradicional “.com.br”, e sim, com um endereço diretamente nas redes sociais. Para alguns casos, buscar o nome da empresa no google, por exemplo, pode trazer como primeiro resultado o perfil da mesma em alguma ferramenta online.

Alguns pontos precisam ser considerados em relação à essas atitudes. Esses serviços precisam de uma atenção maior que um site comum devido a sua dinâmica. Criar um perfil no facebook para a sua empresa talvez necessite de mais cuidado e atualização que um site comum. Outro grande problema são os fechamentos desses grandes serviços. Claro que estamos falando de corporações gigantescas como twitter e google, mais não trazer para seu cliente uma opção de site prático e personalizado pode garantir a fidelidade de seu comprador e possivelmente a credibilidade de sua marca.

Categorias:
Postagem escrita por Equipe Shape Web

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress spam blocked by CleanTalk.