Publicado por em janeiro 18, 2016 Deixe um comentário

Qual é o futuro do Facebook?

O Facebook ainda é disparado a maior rede social usada no Brasil, isso é obvio e tudo mundo deve saber, mas depender exclusivamente de uma única rede social para realizar a sua divulgação pode ser um esforço pouco vantajoso em longo prazo. Não concorda? Então leia esse post até o final e deixe seu comentário.

Antes do Facebook

Comparação de Redes Sociais 2004 até 2016 - Orkut, Twitter, Facebook e Youtube

Comparação de Redes Sociais 2004 até 2016 – Orkut, Twitter, Facebook e Youtube

Foi em 2004 que deu-se origem o que conhecemos hoje como redes sociais no Brasil com o Orkut, o YouTube nesta época era um site de vídeos que estava crescendo, mas longe de ser o que ele é hoje. Em outubro de 2006 Google anunciou a compra YouTube, foi quando houve o estrondoso crescimento, que durou até o final de 2009, que foi quando o YouTube encontrou sua maturidade, nível que se encontra até hoje.

Junto com o Orkut surgiram diversas outras redes sociais semelhantes que não vingaram, por ser uma “cópia” do Orkut, modelo que já era sucesso no Brasil como por exemplo Hi5. Em outros casos a rede social exigia muito conhecimento do usuário em informática ou muitos dados de internet como o Second Life, um ambiente virtual e tridimensional que simula em alguns aspectos a vida real e social do ser humano.

Até quando o Facebook será líder de mercado nas redes sociais

Nos últimos anos vêm surgindo diversas novas redes sociais, mas será que todas elas valem a pena estar presente? Será que vale a pena o investimento de tempo e dinheiro em todas elas?

Comparação de Redes Sociais Janeiro 2013 até Janeiro 2016 - Facebook, YouTube, WhatsApp e Snapchat

Comparação de Redes Sociais Janeiro 2013 até Janeiro 2016 – Facebook, YouTube, WhatsApp e Snapchat

Pelo gráfico acima é possível ver o quanto o Facebook ainda é superior em relação as outras redes sociais, porém o interesse dele vem caindo. Um dos motivos é o crescimento do uso do Facebook em dispositivos móveis por meio de aplicativo, assim a busca pelo site pelo computador naturalmente cai. Contudo, compare os acessos do Facebook com o YouTube, note que o YouTube teve um crescimento na segunda metade de 2013 e em seguida se manteve estável até o presente momento.

O que acontece é que o YouTube não tem, até o momento, um concorrente direto que faça ele perder acessos para outros site, o Vimeo e o Videolog são formatos diferentes, o Vimeo explora vídeos de alta qualidade de produção e possui um modelo de negócio diferenciado para quem deseja comercializar o que foi publicado, o Videolog foi onde nasceram os Vloggers, pessoas que usam vídeo para divulgar uma ideia, dica ou entretenimento de forma remunerada ou não, estes estão migrando para o YouTube, pois a remuneração deste veículo é bem superior.

YouTube ou Facebook quem vai se dar melhor?

Dúvida cruel! Os objetivos dos dois sites são bem diferentes, as únicas interações internas do YouTube são os comentários, que são publicadas também no Google+ e o Curtir e Descurtir os vídeos, as outras interações são relacionadas a ações externas como compartilhar. Enquanto o Facebook faz tudo para que o usuário permaneça em seu site, o Google faz de tudo para que seu conteúdo se espalhe em outros sites.

O Facebook vem investindo cada vez mais em vídeo e passa ser um dos potenciais sites a ameaçar o YouTube. O Facebook está estimulando as pessoas a postarem mais vídeos, principalmente empresas, pois o alcance dos anúncios por vídeo vem sendo superior ao das publicações tradicionais com imagem estática. No entanto o YouTube é o segundo maior buscador do mundo, atrás apenas do Google.

Outra vantagem do Youtube é a crescente da qualidade dos vídeos, pelo fato do YouTube compartilhar os seus lucros com os donos de canais, faz com que os canais criem vídeos com qualidade cada vez maior, como por exemplo o canal brasileiro Porta dos Fundos.

Redes Sociais que prometem tirar mais espaço do Facebook

Comparação de Redes Sociais Janeiro 2014 - Janeiro 2016 - WhatsApp-Instagram-Twitter-Tumblr-Snapchat

Comparação de Redes Sociais Janeiro 2014 – Janeiro 2016 – WhatsApp-Instagram-Twitter-Tumblr-Snapchat

Nos últimos dois anos o WhatsApp vem sendo uma das principais revelações entre as redes sociais. O Facebook, preocupado com o seu futuro, adquiriu o mensageiro instantâneo WhatsApp para somar forças, assim como fez ao realizar a aquisição do aplicativo de compartilhamento de fotos e vídeos Instagram.

O Twitter, após o fortalecimento do Instagram, perdeu forças e usuários, mas continua muito forte, pois ainda é a rede social que apresenta novidades em tempo mais rápido, antes até dos noticiários de TV e jornais online. Porém, a imagem e o vídeo chamam muito mais atenção.

Por isso o Twitter esta investindo em uma nova ferramenta, o Periscope a grosso modo é pra ser um Twitter em forma de vídeo. Enquanto o Instagram é uma rede de inspiração com belas imagens, o Periscope da ênfase a velocidade dos fatos, informações de todo o mundo em tempo real.

Quem também tem o foco no tempo real é o Snapchat, um aplicativo que vem crescendo o número de usuários faz um bom tempo, ele é um aplicativo onde os usuários trocam mensagens em forma de foto e vídeo e as exibições duram no máximo 10 segundos. Ainda é uma rede social pequena se comparadas com Twitter, Tumblr, Instagram, WhatsApp, Youtube e Facebook, mas tem grande potencial de crescimento.

A maior parte dos usuários está presente no Snapchat para tocar conteúdos “intimos”, mas já existem empresas de diversos ramos que estão explorando as funcionalidades do Snapchat nos negócios, realizando ações de venda sazonais como Black Friday, promoções relâmpago, lançamento de produto, teaser, concursos, promoções, divulgação de conteúdos exclusivos, Interação com fãs e fortalecimento da marca. É possível explorar tudo isso sim, mas tem que pensar se vale a pena o investimento.

Comparação de Redes Sociais Janeiro 2014 - Janeiro 2016 - Pinterest Periscope-Foursquare, Linkedin e Snapchat

Comparação de Redes Sociais Janeiro 2014 – Janeiro 2016 – Pinterest Periscope-Foursquare, Linkedin e Snapchat

Analisando o gráfico acima, veja que o Pinterest é a rede social que possui o crescimento mais constante no Brasil, diferente do SnapChat que vem crescendo cheio de altos de altos e baixos.

O Pinterest é um aplicativo de guardar inspirações e ideias criativas, ele funciona como diversos álbuns de fotografia, cada álbum você pode dar um nome diferente como “Lugares bonitos”, “Produtos Inovadores”, “Meu artista favorito” e por aí vai.

A cada imagem encontrada na internet você pode “Pinar” em um álbum e toda vez que você quiser tem uma inspiração ou recordação, você visita este álbum no Pinterest. Empresas de moda, fotografia, gastronomia e produtos de decoração são os que mais investem e possuem bons resultados para sua marca.

O Tumblr é uma espécie de Blog rápido, onde você tem opção de incorporar imagens, vídeos e textos da internet e publica-lo para que seus amigos possam ver. Algumas empresas criam blogs para explorar assuntos relacionados às atividades profissionais, mas com uma abordagem mais coloquial e mais desvinculada com a empresa.

Um exemplo é uma empresa de ônibus interestadual que faz diversas rotas, cria um Tumblr para falar sobre os principais pontos turísticos. A preferencia do Tumblr e não um Blog empresarial é devido a empresa não ter nenhum vínculo com os estabelecimentos turísticos, são apenas dicas que a empresa de ônibus está oferecendo.

Já no caso de uma agência de turismo, é fundamental que o visitante do site entenda o vínculo da empresa com os atrativos turísticos, pois este é um serviço que o cliente pode adquirir com a agência de turismo, neste caso o recomendado é o Blog empresarial.

O Foursquare continua sendo uma rede social é excelente para quem viaja bastante ou deseja conhecer novos lugares, mas não tem certeza se o lugar é realmente bom, em questão de avaliações ele é melhor do que o Google Meu Negócio (Anteriormente Página do Google+) e Avaliações de página do Facebook.

A Ideia da rede social Foursquare é informar para outras pessoas qual foi a sua impressão quando você visitou um restaurante, hotel, bar, salão de beleza, aeroporto, shopping, café, boate, entre outros estabelecimentos comerciais.

Porém, o que acredito ser uma grande falha do Foursquare foi a separação da gameficação do aplicativo, transferindo-o para o Swarm. Pelo menos isso no Brasil não deu certo, sem contar que no Swarm todos os atrativos como badges (espécie de medalhas por realizar alguma ação no aplicativo) e os Mayorships (“Prefeituras” título por ser o maior visitante de um determinado lugar nos últimos dias), pois o objetivo do aplicativo era criar encontros reais com amigos, mas não perguntaram se os usuários queriam isso, logo eles abandonaram o aplicativo.

Bom, o Foursquare caiu o número de usuários e o Swarm não chega nem de perto do que era o Foursquare antes, isso é fato, mas se você já faz parte do aplicativo não há motivos para você tirar sua empresa de lá.

LinkedIn, ferramenta muito usada nos grandes centros. Se você é um profissional bem qualificado ou uma empresa que deseja ampliar seus negócios o LinkedIn é uma rede social excelente. Uma ferramenta muito boa do LinkedIn é o SlideShare, que após a sua compra passou a ter aplicativo para dispositivos móveis.

O problema é que o brasileiro não está acostumado a usar essa ferramenta, entre os beneficiados pela rede social estão os palestrantes, escritores, escolas de cursos técnicos e profissionalizantes, e prestadores de serviço em geral, todos estes devem fazer parte do LinkedIn e buscar ampliar sua rede de parceiros e amigos. Não espere o LinkedIn ter um boom de usuários e passar o Facebook, esse não é o seu objetivo.

Mas Afinal, como fica o Facebook?

Percebeu a quantidade de recursos e redes sociais novas existentes? Isso não é quase nada do gigantesco número de redes sociais de nichos, voltadas para um grupo específico de pessoas, como por exemplo:

Redes Sociais para Relacionamentos e Encontros amorosos: Tinder, WeChat, Pof, Namoro On, ParPerfeito, Happn, Flert, Badoo, DateMe, Beautiful People, Second Love e Twoo/Netlog

Redes sociais de Música e Músicos: Myspace, Blip.fm, Last.fm, Palco Principal, Palco MP3 e ShareTheMusic, RedKaraoke

Redes sociais para Designers, Web Designers, Projetistas e Arquitetos: DeviantArt, Whohub, Dribbble, Threadless, Fontli, Designoteca, Decora.me e COLOURlovers.

Redes Sociais voltadas para Perguntas e Respostas: Formspring, Yahoo Resposta, Ask.fm

Redes Sociais de Filmes e Séries: Filmow, Stayfilm, Orangotag, Moovee.me

Redes Sociais de Viagens: CouchSurfing

Redes Sociais para presidiário: PrisonVoice (Pela Internet), Meet-an-Inmate (Por cartas)

Rede Social Sobre o trânsito no Brasil: Waze

Redes sociais para quem gosta de bebidas alcóolicas: Drinkedin

Com tanta rede social oferecendo novidades é possível que o Facebook venha perder um pouco de espaço. Também não podemos negar que o que aconteceu com o Orkut não possa acontecer novamente com o Facebook, mas claro que o Facebook já está tomando medidas para que isso não aconteça, como a aquisição do Instagram e do WhatsApp.

#FicaDica

O conselho que podemos dar é não dependa apenas de uma única Rede Social como facebook, diversifique seu conteúdo com vídeos no Youtube, imagens no Instagram, posts no Twitter, e principalmente, tenham algo que ninguém possa tirar como um site ou blog, caso todas as redes sociais venham a desaparecer, você terá o poder de manter seu site e/ou blog no ar.

Ah! Muito obrigado por ter lido nosso texto espero que tenha gostado!

Não concordou com algo que falamos? Acha que deixamos de falar algo importante? Estamos curiosos para saber o que você achou deste post, deixe seu comentário contando sua experiência com as redes sociais que você faz parte.

Até a próxima.

Tags: , , , , ,
Categorias:
Postagem escrita por Felipe Mesquita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress spam blocked by CleanTalk.